The Affleck's

Meu sol particular! <3

Entrevista!

Eu amei essa entrevista da Jen para a InStyle! Vou tentar traduzir o mais fielmente possível. E vou fazendo uns comentários entre colchetes [] no caminho, para diferenciar das partes da revista que são entre parênteses. () Para quem não tem paciência ou tempo de ler a entrevista toda, coloquei as melhores partes em negrito, mas espero que vocês leiam porque é muito interessante e eu passei horas traduzindo.

Capa da revista! *.*

Índice da revista

Jennifer Garner. Ela acaba de produzir o seu primeiro filme [para quem não sabe é Butter] e tem alguns projetos em desenvolvimento, com Ben Affleck: a terceira criança (que está para chegar a qualquer minuto) [quem está ansiosa como eu levanta a mão \o/]. O que mantêm Garner nos trilhos além do apoio de seu cônjuge? Ela está feliz ao nos contar.

Você perguntou, Jennifer respondeu: Quem você gostaria de conhecer. -Crystal Cozart, St Louis. [Também quero perguntar!!!]
Jennifer: Durante minha segunda gravidez eu amava escutar o violoncelista Yo Yo Ma. Eu pensei em contatá-lo mas nunca tive coragem. [Ah Jen sua coisa fofa! Seria prazer dele te conhecer!]

Jen: Ser uma produtora me ajudou a achar uma parte de mim que tem uma voz. Eu não sou somente a boa garota a quem entregaram um script.

Ela está atuando, ela está produzindo, ela está tendo o bebe número 3. Jennifer Garner é a brilhante prova que assumir riscos é a chave para a alegria (e sanidade) em Hollywood.
Jen: Eu não sou mais tão miópica quanto costumava ser. Durante os anos de Alias eu trabalhei 362 dias ao ano. Foi ótimo! Mas eu não trocaria minha vida de agora por nada.

Sobre o marido Ben Affleck: Honestamente, eu faria qualquer coisa por aquele homem, porque eu sei que não seria desperdiçado. [Awn, todos dizem awn! Ben seu sortudo!]

Agora para a entrevista de fato.

“7 e 30 da manhã, Jennifer Garner aparece no lobby do Trump Soho hotel de Nova York, escoltada por seu cabeleireiro, seu representante de imprensa, um segurança e uma amiga de muitos anos. Seu cabelo na altura dos ombros está refrescantemente arrumado e ondulado. Ela está cheia de energia enquanto ela vivamente carrega seu pacote. Com quatro meses e meio de gravidez [Essa entrevista foi feita no dia 26 de setembro, portanto, ela estaria atualmente com uns 7 meses, será?] ela é um modelo de poder materno vestida com uma jaqueta de tweed da Jaqueline Herrera, um vestido azul marinho de Vanessa Bruno e no topo de saltos Brian Atwood.

[Foi esse dia aqui, lembram?]

“Você consegue acreditar que estou andando com esses?” ela diz com uma gargalhada enquanto entra na traseira de uma limosine preta que a esperava para levá-la ao centro da cidade para uma aparição no Today Show. Na 30 Rocks ela sai do carro e entra no estúdio aonde se junta ao vice presidente senior do Save the Children Mark Shriver, em um segmento sobre a importância da pré-escola(ela é uma artista embaixadora para a fundação desde 2009). Mas ela não está pronta para ir embora ainda, a manhã acaba de começar. Depois de sua aparição Garner é levada a outro estúdio para gravar um anúncio de serviço público, depois ela vai até íngremes degraus para se juntar a alguns especialistas para discutir sobre o ensino infantil para um broadcast da internet. Apesar dos saltos e de sua gravidez, sua energia nunca vai embora. O único sinal de esforço? Pequenas gotas de suor em sua testa. Do lado de fora dos estúdios da NBC, ela faz uma parada na Plaza para pegar suprimentos escolares para crianças carentes enquanto fotográfos a cercam. Garner nunca para de sorrir, conversar e escutar enquanto ela suavemente se movimenta pela multidão. [Minha garota! ♥]
Três horas depois ela está no carro novamente. Com um merecido descanso ela imediatamente tira seus sapatos, depois ela lê uma mensagem no telefone da babá de suas filhas e manda uma mensagem para seu marido Ben Affleck que está cuidando de suas duas meninas, Violet, 6, e Seraphina, 3, enquanto ela está em Nova York. “Desculpe-me”, ela se desculpa colocando seu celular de lado. “É preciso muitas mensagens e e-mails para dar conta de tudo”.
Nós já vimos Jennifer Garner em muitas peles: uma ingênua no drama da Tv Felicity, uma estrela de ação em Alias, uma heroína de comédias românticas em filmes como De repente 30, e um objeto de interesse dos tabloides durante o início de seu relacionamento com Ben Affleck. Mas Garner hoje, enquanto atriz ainda muito requisitada, também é mãe de duas, uma ativista para a educação infantil (ela fez 4 visitas a Washington, D.C., para falar sobre o assunto com membros do congresso) e com a chegada da comédia Butter (que ela também participa) é uma produtora completa. Ela completou 39 no último mês de Abril, uma potencial idade paradigma para mulheres em Hollywood. E agora essa terceira gravidez. “É muito”, ela confirma. “É uma virada de jogo.” Ela sorri e repete “É uma virada de jogo.”
Garner parece radiante, no entanto, ela admite que o primeiro trimestre foi duro, dividido em dois modos: nausea e exaustão. [AIn tadinha da minha JenJen, vem para cá que eu cuido de você e das meninas!] A única comida que parecia apetitosa para ela eram Ruffles e Doritos. “Minha filhas nunca tinham visto Doritos antes” ela diz gargalhando. “Elas falavam: mãe, onde você conseguiu esse chips laranja? Eu realmente quero isso.”
“Eu queria ser uma dessas grávidas bonitinhas que usam jeans finos durante a gravidez inteira,” ela diz. “Mas eu só ganho peso. Eu estou tentando muito ser cuidadosa, mas quando eu estou fazendo macarrão com queijo para as crianças, eu quero muito comer.” Os conselhos do seu marido, ela revela, não ajudam em nada. “Ele diz para mim: Só não coma.”
A resposta dela? “Eu digo para ele: Eu vou ir para sua garganta se você dizer só não coma!”
Ela está brincando, mas qualquer mulher em seu lugar se sentiria um pouco nervosa. Mais ou menos uma semana atrás ela visitou Yucca Valey, Califórnia para se encontrar com famílias auxiliadas pelo Save the children. E não muito tempo antes disso ela voou para o festival de filmes de Toronto para promover Butter, uma inteligente sátira política sobre o mundo de escultura de manteigas muito comum em feiras de agriculturas. No filme, Garner é a esposa do campeão de esculturas de manteiga de sua cidade. Quando seu marido desiste, ela faz sua missão ganhar o campeonato ela mesma a todo custo.
Significativamente para Garner, esse é o primeiro filme que ela produziu, oito anos depois de se interessar por produzir pela sugestão de seu agente de muitos anos Patrick Whitesell. “Eu e ele estávamos almoçando um dia, e ele disse: Eu acho que você tem uma cabeça boa para produzir” ela relembra. “Eu fiquei estupefata mas, não muito depois eu dei uma ideia para a Warner Bros. e eles a compraram.” Apesar do primeiro projeto não ter sido concluído, Garner disse que imediatamente gostou do processo. “Eu amava ler cópias de escritores e ajudá-los a desenvolver a história. Vandalia filmes, que ela comanda com a parceria Juliana Janes, também tem alguns projetos em desenvolvimento, incluindo uma série para ABC baseada no livro campeão de vendas The Geeks shall inherit the Earth. [Que tal participar dessa série e fazer participações semanais na minha vida ein JEn! 😉 )
“Jennifer sabe que a vida de uma atriz em Hollywood é curta,” diz o ator Victor Garber, co-star dela em Alias, que tem se mantido um amigo íntimo, até oficializando o casamento dela com Affleck em Turks e Caicos. “VocÊ não pode esperar que as coisas venham até você, ela tinha essa consciência cedo e agiu.”
O personagem inescrupuloso de Garner em Butter é o alvo principal da comédia contida no filme, mas a atriz diz ter encontrado um momento onde pode se identificar com Laura Pickler. Em um momento crítico do filme, Laura justifica seu comportamento duplo para um competidor dizendo: “Você sabe, isso é tudo que tenho.” Garner diz a fala com uma estranha empatia.
“Eu me identifiquei com a perda de identidade dela,” diz Garner, explicando que antes de produzir Butter, ela tinha perdido 19 kg [:O] da gravidez e tinha acabado de parar de amamentar sua segunda filha. “Eu não tinha trabalhado por muito tempo,” ela diz, “vocÊ se identifica com sua carreira, depois se torna uma mãe e coloca tudo o que tem na felicidade de suas crianças. E mesmo eu não querendo mudar isso por nada, você acaba perdendo um pedaço de você.”
Criada em uma família de classe média em West Virgínia, a segunda menina de três, Garner diz que ainda quer dar a suas meninas o que sua mãe deu a ela. “Minha mãe fazia nossas roupas, cozinhava, limpava, costurava e conseguia fazer todas essas coisas mágicas com senso de humor,” ela diz, sua voz cheia de admiração. Então agora, toda vez que ela considera voltar ao trabalho ela entra em pânico. “Eu penso, e as crianças?”
Ela diz que não quer trabalhar tanto quanto a uma década atrás, quando ela alegremente aparecia no set todos aos dias as cinco da manhã para filmar Alias. “Eu sei o que significa trabalhar duro, e eu não quero fazer isso mais.” O fato de que ela pode dar biscoitos para suas filhas quando elas chegam em casa e de conseguir se unir a equipe de limpeza da escola dá a ela uma imensa satisfação. Ao mesmo tempo ela não desistiu de atuar, ou como ela mesma o chama “esse estranho trabalho”. Na realidade, esse ano que se passou ela passou algumas semanas em Atlanta para filmar seu próximo projeto, The odd life of Timothy Green, uma fantasia da Disney sobre um casal que deseja uma criança que se torna realidade. [E que eu mal posso esperar para ver! Espero que seja muito bom para compensar o tempo que ficamos sem Affleck’s love]
“Eu quero fazer um bom trabalho e eu quero que meu trabalho reflita o que aprendi, o que significa trabalhar com diretores melhores e ser uma atriz melhor. Então eu não posso dizer que não sou ambiciosa, porque nesso ponto eu sou,” ela diz.
Seus amigos dizem que ao modo que suas obrigações foram crescendo, Garner foi aprendendo a lidar com elas. “Ela tem a habilidade de deixar todo o resto de lado e se focar no que ela está fazendo no momento,” diz Janes, que começou como assistente de Garner a uma década atrás. “Ela faz todo mundo se sentir como se fosse a única pessoa na vida dela”. [JenJen I love you!]
Garner diz que terapia a ajudou a andar nos trilhos, ela começou a ver um psicologo nove anos atrás durante o fim de seu primeiro casamento com o ator Scott Foley. “Nós iríamos brigar sobre algo, mas eu não podia, eu só chorava,” ela diz, “eu tinha medo de conflitos ou qualquer problema.” Trabalhar com sua terapeuta “mudou minha vida”, ela diz, “Ela tirou um pouco da garotinha do sul de mim. Ela me ajudou a não ser tão passiva, a brigar, eu não sabia como.”
Garner diz que ela se sentiu segura o bastante para parar com a terapia um pouco antes de produzir Butter. “Eu precisava sair e praticar um pouco sozinha.” As lições que aprendeu não só a ajudaram a ganhar a confiança necessária para começar a produzir mas também fortaleceu seu casamento. “Ben e eu não somos grandes brigadores, mas há momentos em que é necessário uma conversa mais forte. Essa é uma conversa que eu não poderia ter antes.”
Quanto ao relacionamento deles, agora indo para sete anos, “Eu não sei porque ou como funciona tão bem como funciona,” ela admite, “Mas uma coisa que faz tudo OK é apreciação. Nós dois sabemos que não poderíamos fazer o que fazemos se não tivéssemos um ao outro. BEn sempre diz, “Se você ama isso, nós podemos fazer acontecer.” [Nhaim Ben gracinha!] Então, quando a ofereceram o papel em Odd life of Timothy Green, que ela queria muito, seu marido cumpriu sua palavra. A família se mudou temporariamente para Atlanta e Affleck ficou responsável pelas meninas, sendo aquele que estava em casa quando elas acordavam e as levando todos os dias para ver sua mãe no set. “Significou virar nossas vidas de cabeça para baixo”, ela diz, “Ben me deu isso.”
Quando Affleck estava filmando um de seus filmes, Garner foi a frente para lidar com inscrições de escolas e creches. Mas uma semana seu marido chegou em casa com um bracelete de diamantes. “Ele sabe quando fazer as coisas. Ele é doce dessa maneira.”
Mostrando um largo e brilhante sorriso, Garner disse que passou a gostar de diamantes quando Ben começou a dá-los a ela. “Eu fui casada antes, então eu tinha um diamante, mas Ben os dá como presentes.” Ela mostra seus dedos e aponta para um par de diamantes, um branco e um rosa, um para cada um de suas filhas. “Ele tem sido maravilhoso em encontrar maneiras de me dizer o quanto aprecia o que eu faço, diz Garner, quase corando, “Honestamente, eu faria qualquer coisa por aquele homem, porque eu sei que não seria desperdiçado.”

Casamento entre duas estrelas é complicado o bastante. MAs foi dito que Affleck um democrata fiel e um dos mais engajados politicamente de Hollywood poderia algum dia concorrer. É verdade?
Garner não discarta. “A cada 4 anos o assunto surge. Eu não sei a resposta, mas ele está gostando bastante do que está fazendo agora. Ele seria muito bom nisso também.”
O nome de Garner tem sido parte da conversa política também. Quando o senador Robert Byrd, democrata de West Virgínia morreu em 2010, alguém do seu estado natal ligou para ela para perguntar se ela estaria interessada em concorrer para o cargo dele. A resposta nesse caso foi e continua sendo um definitivo não. “Não é atrativo,” ela diz franzindo seu nariz. “E não se encaixa em minha vida agora,” ela adiciona olhando para sua barriga. Ela está satisfeita com o jeito que as coisas estão evoluindo, desde sua expansão familiar até sua nova cadeira de produtora. Até mesmo seu primeiro amor, atuar, foi reacendido. “Eu não tenho 32, tenho 39. Eu não quero o papel de alguém com 30 mais”, ela diz enfaticamente, “E os papéis que estou pegando estão mais interessantes do que nunca. Então, quem sou eu para reclamar?

Por fim!
Perguntamos a Jennifer Garner sobre as últimas coisas que passaram por sua cabeça (e seus lábios)!

A última coisa saudável que comi.
Granola, yogurte e grãos.

A última coisa não-saudável que comi.
Eu levei uma dúzia de Krispy Kremes [uma espécie de doughnut] e comi alguns deles, ou metade deles.

O último livro que li.
Unbroken, por Laura Hillenbrand.

O último filme que vi.
Crazy stupid love [Amor a toda prova]. Eu amei!

[Fica a dica da JEn, eu quero ver, quem quiser ver o trailer:]

O último item de maquiagem que usei hoje.
Gloss da Neutrogena. [Ela é a garota propaganda da marca]

A última discussão que tive.
Tenho quase certeza que foi com a Violet. Nós discutimos se ela deveria usar leggins ou Monkeybar buddies [Uma marca de shorts e calças] debaixo do vestido. Ela ganhou.

O último esmalte que experimentei.
Essie in power Clutch, nos pés. [Foto acima]

Últimas roupas que comprei.
Quase tudo da Isabella Oliver, uma linha de maternidade.

O último look do tapete vermelho que amei.
O vestido de Valentino eu vesti no festival de filmes de Toronto. [Foto acima]

Os últimos sapatos práticos que comprei.
Repetto ballet flats.

Os últimos sapatos não praticos que comprei.
Plataformas YSL. Eles me fizeram alta e eu fiquei presa na grama. [Foto acima]

A última vez que chorei.
A noite passada! Na escola eu vi um desenho que Violet fez de sua família. Ben era esse enorme homem e eu era essa coisa pequena, e nós estávamos de mãos dadas. Violet escreveu que nós eramos tão divertidos e que ela nos amava. Eu chorei. [;) Jen mamãe coruja, Vi sua coisa fofa!]

E fim!
Ufa! Essa deu trabalho! Espero que tenham gostado! 😀

Anúncios

Navegação de Post Único

16 opiniões sobre “Entrevista!

  1. Juliana em disse:

    Parabéns pela tradução, ficou mto melhor q a tradução da contigo.

  2. Simplesmente perfeita!

  3. Tay em disse:

    Já tinha lido e li novamente porq adorei mt . Tradução mt boa, Parabéns! Pode dar um trabalhão mas quando a gente gosta faz com o maior prazer, né?

    É sempre tão doce quando a jen ou o Ben falam um sobre o outro ou sobre a família deles. Fiquei tipo “Awn” msm com td o q ela falou! ❤ ❤ ❤ ❤ /morri mt
    Agora fiquei curiosa pra ver o bracelete e esses aneis. O branco eu acho q sei qual é (um lindo feat. poderoso q eu sempre babo quando ela usa haha), os outros não lembro de ter visto. E rumo ao terceiro haha

    Onde q ela não pode vestir a calça? Jen só tá ganhando peso na barriga porq no resto…
    Além de ser a grávida mais linda!
    E poderia numa boa fazer papel de 32. Qm olhando assim diz q ela já tem 39?!
    Valeu pela dica de filme, Jen!

    Morri com a descrição do desenho! Q fofo, Vi! ❤ ❤ super queria ver tbm

  4. Adorei a entrevista!
    Admiro a Jen cada vez mais

  5. Tay em disse:

    Jen usando ele outras vezes:
    http://www.dose.ca/celebrity/5853149.bin?size=dose462

    e a marca é Harry Winston, como diz na matéria.

    Nas minhas pesquisas pelo google, o pink pode ser esse:

  6. que fofa falando do Ben.
    aaaaaah discutindo com a Vi*.*kk
    eu queria muito ver esse desenho da Vi.
    aaaaaa para que eu adoro Doritos e Ruffles,é nós Jen e como assim ela ainda n tinha apresentado essas delicias para as filhas?kkkkk
    o Ben todo fofo a presenteando.
    Li tudinho Luh,sei o quanto foi trabalhoso e como é satisfatório quando nós lemos.

  7. Ani Soares em disse:

    Nuuu confesso q tenho preguicinha de ficar lendo entrevistas kkkk

    Mas amo ler entrevistas *.*

    A parte q mais gostei foi essa ” A última vez que chorei.
    A noite passada! Na escola eu vi um desenho que Violet fez de sua família. Ben era esse enorme homem e eu era essa coisa pequena, e nós estávamos de mãos dadas. Violet escreveu que nós eramos tão divertidos e que ela nos amava. Eu chorei. [;) Jen mamãe coruja, Vi sua coisa fofa!]”

    Aaaaaaah family + cute! ❤

    We we ansiosas para o terceiro baby de Jen e Ben,será girl ou boy,dúvida cruel!

    \o \o

    Jen cada dia q passa mais maravilhosa ela fica,se bem q eu tó achandooo q é cada segundo viu pq é tanta perfeição para uma pessoa só!

  8. AAAAAAAAAAH, muito muito bom! *-*
    Sempre tão linda… Eu ri da parte que ela discute com a Vi haha e da parte do doritos kkkk
    E ela babando no desenho da Vi *-* Awn, Affleck’s love!
    Lu, sabia que tem tipo a tradução dessa revista aqui no Brasil. Se chama Estilo, e é igualzinha essa InStyle só que em português. Demora uns meses pra chegar aqui e na minha cidade custa 12 reais 😀

  9. Hortência em disse:

    Ah!Como ela pode ser tão linda?

    Jen fofa!

  10. Ser uma produtora me ajudou a achar uma parte de mim que tem uma voz. Eu não sou somente a boa garota a quem entregaram um script. Uhm competente!! *_*
    nossa ela trabalhou trabalhor d+++ na época de Alias hein!
    awn Jenjen falando do Ben ❤ ela é cheia das mensagens e e-mails né viv com celular
    chips laranja kkkk Ruffles é bom e Doritos não curto.. tadinha da jenjen ,mas agora ela jáeve estar bem melhor =) Jen na equipe de limpeza da escola da Vi kkk queria ver!! aah sim nós esperamos muito que The odd life of Timothy Green seja muito bom pra compensar toda aquele tempo terrivel que nós ficamos sem nossos affleck's love aen mas é tão lindo isso que o Ben fez por elaelesmudaram a vida por um tempo pra Jenjen poder fazer o filme
    Ela faz todo mundo se sentir como se fosse a única pessoa na vida dela *___*
    Unbroken ?*__* sassy já leu esse livro também! jenjen podia apareceu lá no grupo de livros da sassy kkk
    Aiiiiin VI ME MATA DE MAIS *__* ela é tão sensivel e intelignte né! puxou da Jenjen pedaços do meu coração!!

  11. Justin em disse:

    Li tudo Lu mandou bem na tradução \o/ Jenjen é linda de mais né, não tem como não ama-la! ,dava tudo pra ver ela fazendo macarrão com queijo UHua
    queria ver a jen no The Geeks shall inherit the Earth te-la uma vez por semanana minha tv *-* e a Vi ganhou na discusão kkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: